Regiane Alves fala sobre o trecho final do ‘Tempo não para’ e as crianças

Regiane Alves, que vive em “O tempo não para”, se prepara para viver momentos decisivos de sua personagem na reta final do enredo de 19h. Herbert (Claudio Mendes), um cientista que o vilão acredita ter assassinado, retornará à história querendo vingança. Para isso, ele fará alusão a Lucio (João Baldasserini), que vai trair o advogado.

“Lucio não tem amigos, então ele vai dar a cabeça de Mariacarla para Herbert em troca de seu trabalho.” Ainda não sei quem vai conseguir o melhor nesta partida, mas acredito que mesmo que Mariacarla seja vitoriosa contra Herberto e Lucio, ela será punida de alguma forma – analisa a atriz.

O personagem de Regiane estava conquistando espaço no romance e se tornou um dos principais vilões:

“Foi uma boa surpresa.” Até então, ela estava no meio do muro, sem saber exatamente o que faria, recolhendo informações de várias pessoas. No final, Samvita assumiu como um interveniente, fez vários danos e tentou matar Herbert. Ele colocou as garras do lado de fora. O público gostou muito. As pessoas adoram me ver como um vilão, é incrível. Eu fiz muitos papéis de comédia e comédia, mas os fãs estão empolgados com os caras maus.

Ao final das gravações, Regiane pretende tirar férias com seus filhos, João Gabriel, de 4 anos, e Antonio, 3, de seu casamento com o diretor João Gomez:

“Eu pretendo passar alguns dias com eles.” Por enquanto, ambos estão na colônia de férias, caso contrário, seria difícil conciliar com o ritmo retirado das gravações na reta final. Às vezes, o mais velho reclama um pouco e diz: “Mãe, trabalho suficiente”. Mas explico-lhe a importância do trabalho e logo supera e vai jogar.

Separada de João desde o final de 2017, Regiane diz que mantém um relacionamento amigável com o ex:

Somos muito parceiros. Estamos separados há mais de um ano, mas essa cumplicidade ainda existe. Não há como ser diferente. Sou atriz e ele é diretor. Quando alguém está gravando mais do que o outro, quem está quieto segura os fins. Vamos ver como podemos fazer isso. Nós não temos família aqui no Rio, então precisamos nos virar. O casamento acabou, mas o vínculo é para sempre.

Regiane, que completou 40 anos em agosto, diz que com maturidade ela começou a entender melhor suas necessidades:

– Este ano eu fui solteira também foi muito bom nesse sentido. Eu descobri muito sobre mim mesmo, o que eu gosto ou não faço, o que é importante, etc. Eu acho que as mulheres nos seus 40 e 50 anos hoje são maravilhosas. Julia Lemmertz, por exemplo, tem 55 anos e parece fantástica. Pensei nessa idade e tudo parecia tão distante. Quando ela chega, descobrimos que tudo está bem. Eu nunca vou parar de ir à praia com medo do que eles vão dizer sobre o meu corpo, por exemplo.

Share Button
Sending
User Review
0 (0 votes)

Add a Comment